Confira os critérios de avaliação utilizados para examinar os projetos participantes do Empreenda. Em Ação! 2017-2018

Esta se aproximando a oportunidade perfeita para desenvolver o seu projeto pessoal ou de pesquisa de extensão. A partir do dia 09 de novembro, o Empreenda. Em Ação! 2017-2018 inicia sua programação nas 15 maiores e mais empreendedoras universidades de Minas. O programa ampliará a cultura empreendedora e propiciará a geração de novos negócios.   Além de matriculados nas disciplinas participantes do programa e inscritos na plataforma Acelera > disponível no link: acelera.empreendaemacao.com.br/inscricoes , para não perder a chance de colocar em prática aquele tão idealizado sonho, é preciso também estar atento aos critérios de avaliação.

Os projetos serão examinados seguindo os seguintes requisitos:

  •  Relevância do problema

O problema é relevante para algum segmento de mercado? O problema representa uma dor importante? Ou o problema representa uma necessidade emergente impactante? A relevância do problema foi validada através de pesquisa de mercado?

  • Qualidade, utilidade e impacto da solução

A solução proposta tem ou terá boa qualidade? A solução se propõe a resolver o problema de forma efetiva, sendo realmente uma utilidade? Quão distante a solução está de ser entregue de forma efetiva mesmo em seu formato de produto minimamente   viável (PMV)? Quão forte a solução impactará no segmento de mercado (aliviando suas dores ou gerando uma necessidade)?

  • Viabilidade e estágio de desenvolvimento do negócio proposto

A modelo de negócios é viável de ser colocado em prática pela equipe e seus parceiros? O estágio de desenvolvimento do negócio é mais iniciante (apenas ideia, modelo de negócios, protótipo não-funcional) ou mais avançado (modelo de negócios validado, PMV pronto, plano de negócios pronto, parcerias consolidadas)?

  • Definição/captação de clientes e fatia de mercado

O(s) segmento(s) de clientes está(ão) bem definido(s) e qualificado(s)? A fatia de mercado que deve adotar a solução está bem estimada e qualificada? A fatia de mercado a ser atendida parece ser boa para gerar um negócio rentável? Há usuários testando a solução? Há usuários pagando pela solução como “early adopters”?

  • Grau de inovação, escalabilidade e diferenciais competitivos

O modelo de negócios apresenta aspectos inovadores em relação ao mercado atual? A inovação no modelo de negócios parece ser suficiente para a entrada de uma nova empresa no mercado, dada a concorrência? O modelo de negócios é escalável? Há diferenciais competitivos importantes?

  • Adequação ao tempo de exposição, qualidade e clareza na exposição

A apresentação foi realizada dentro do tempo limite? A apresentação foi clara e objetiva, permitindo entendimento claro, mesmo que geral, do negócio proposto? Foi apresentado o modelo de negócios e não apenas a solução proposta?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 1 =